Sem Direção



  Numa madrugada de quarta-feira, pensando o que perdi quando você se fui não faço a menor ideia, mas estou aqui ouvindo essa música  que resumi bem nossa situação. Eu e você sem direção: nem uma do que fazer só fecho os olhos é penso em você do que me trouxe aqui. O acaso sempre ajudou a gente, porque agora ele em vez de dar um empurram atrapalhou tudo. Talvez para alertar que não devo seguir: mais em frente com, esse plano bobo de te encontrar.

  Sim. Sou fantasiosa quero você perto de mim o mais depressa possível, egoísta jamais só gostaria que o destino me entendesse que te amei muito por um curto período de tempo.  Que ainda te amo mais com uma intensidade menor: não sei se estou confusa ou perdida numa teia de sentimentos. Confesso que sinto falta daquela blusa xadrez vermelha de que usava uma charme quando chegava aqui em casa, é logo tirava para por em mim não sinto só falta disso mais de cada detalhe que me chamava atenção em você.

  Com seu sorriso branco tipo comercial de pasta de dente, barba serrada, é um corpo belíssimo sou suspeita por dizer essa parte: olhos verdes que mais pareciam o mar de dentro. Saber que só são lembranças que guardarei na parte do cérebro onde ninguém tem acesso para vasculhar por curiosidade, se um dia resolver voltar estaria aqui talvez. Mas não deixe o tempo passar!

Siga nas redes sociais: Instagram:@brancafellix / Facebook: Carolina Felix

0 comentários:

Postar um comentário







Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!